Anúncio

Venda de bolos liberta mulher da depressão

por Larissa Castro

Publicado em 16 de novembro de 2020 às 17:16
Atualizado em 16 de novembro de 2020 às 17:16
Anúncio

Sem imaginar que um dia comercializaria o que faz de melhor na cozinha, a cuidadora Maria do Socorro Aquino Freire., aos 60 anos, descobriu na confecção e vendas de bolos uma nova renda e a cura para a depressão, ocasionada após ser mandada embora do trabalho, ainda no início da pandemia. Agora, ela produz e entrega de bicicleta o talento gastronômico por toda Guarapari.

Maria do Socorro, empreendedora.

“Socorro, quero bolo!” é através deste chamado que a Maria do Socorro prepara mais de 100 bolos por mês. Sem imaginar que entraria para o ramo da culinária, hoje ela não se vê em outro segmento. “Meu filho mais velho sugeriu: mãe, você sabe fazer bolo. Começa a fazer para venda. Minha nora divulgava e quando eu via, tinha várias encomendas”, recorda.

A dedicação de Maria do Socorro a produção de bolos, ocorreu após ser demitida em meio a um cenário de poucas contratações. “Eu estava em casa de férias e recebi a notícia de que eu estaria demitida em abril, do trabalho que eu estava há um ano e meio. A depressão veio após eu ser mandada embora, pois eu chorava muito. Pensava nas dificuldades, pois não havia emprego e devido a minha idade”, conta a empreendedora.

De forma caseira e responsável pela produção e entrega, Maria do Socorro apresenta uma vasta opção de bolos através do instagram @socorroquerobolo. “Nunca produzi bolo para venda, mas trabalhei em uma fábrica de bolos. Hoje faço para a venda diversos sabores, com coberturas, e faço cursos para bolo, pois quero me aperfeiçoar”.

Devido ao sucesso e ter encontrado na confecção a cura para a depressão, Socorro não pretende retornar ao mercado de trabalho. “Confeccionar bolos me ajudou muito; tanto financeiramente, quanto psicologicamente. Um indica ao outro e isso faz com que eu melhore cada vez mais. As pessoas não podem desacreditar. Sempre há uma saída para momentos difíceis”, sugere.

Tags:

Anúncio

Veja também

Piha

Marca surfwear ajuda instituição de preservação marinha em Guarapari

WhatsApp-Image-2021-02-24-at-09.41.41

“Padrões” de beleza ditam discursos de ódio na internet

Influencers digitais de Guarapari sofreram ataques virtuais; colegas e seguidores saíram em defesa

Anúncio
quintuplos-escola-2

Escola muda rotina dos quíntuplos de Guarapari

As crianças, que completam dois anos em junho, estão surpreendendo com a socialização

LOMBO

Lombo suíno com molho de laranja e farofa de frutas secas

BNI networking

Networking: uma nova forma de fazer negócios chega à Guarapari!

saide-ocular

Saúde ocular: de olho na tela (*)

(*) por Dra. Camila F. V. B. Zanon | CRM – ES 12566