Anúncio

Um sol para cada pet?

por Revista Sou

Publicado em 8 de janeiro de 2024 às 14:02 / Atualizado em 8 de janeiro de 2024 às 14:02
Foto: reprodução

Aprendi essa expressão com os capixabas, sendo carioca, eu nunca tinha escutado em dias muito quentes: hoje tem um sol para cada pessoa!

E, realmente, esses dias têm feito um sol para cada PET também!

O que podemos fazer para ajudar nossos amigos?

Anúncio

  1. Não tosar os pelos muito baixos! Como sou Veterinária da área de dermatologia, tenho visto em todos os verões cães com queimaduras de pele por exposição ao sol. Sim, tosar pode retirar a proteção e deixar a pele que sempre foi protegida por pelos, sem proteção. É possível tosar algumas raças, mas que não seja muito próximo a pele. Há raças que o pelo faz uma proteção térmica, como é o caso dos que tem subpelos (husky, Spitz, chowchow) essas raças usam o subpelo como um isolamento do próprio calor e não devem ser tosadas.
  2. Deixar uma piscina ou bacia de água para os cães do quintal brincarem. É muito divertido e também irá refrescar em dias muito quentes. Ajuda a manter a temperatura confortável e não faz mal nesta época. Outra opção para lugares menores como apartamentos ou casa é deixar uma toalha molhada no chão para os pets (gatos também gostam). Existe, hoje em dia, tapetes gelados, vendidos em casas de produtos para pets, que também trazem alívio ao calor sem fazer “bagunça”.
  3. Levar sua própria vasilha de água para os passeios.  Não compartilhe vasilhas de água de locais públicos, como restaurantes ou praças. É importante evitar a contaminação de alguma possível doença e também manter o bichinho hidratado.
  4. Só caminhe com seu bicho onde você consegue pisar descalço. Sim, o chão em alguns momentos do dia fica muito quente, prefira caminhar no início do dia ou no final da tarde e noite para não queimar a patinha.
  5. Verão é calor e alegria! E época de maior reprodução de pulgas e carrapatos também. Fique atento ao prazo escrito na bula dos ectoparasiticidas (remédios contra pulgas e carrapatos tanto oral como pipetas). Use a cada 30 dias ou a cada 90 dias, assim como está na bula, para evitar infestações.
  6. Muito cuidado ao deixar seu pet sozinho. Sair de casa por longas horas e deixar apenas uma vasilha de água pode ser prejudicial. O ideal é deixar mais de uma, afinal, o pet pode beber tudo por calor, pode virar pra deitar-se em cima a fim de se refrescar e ficar sem água para beber depois.

Por Dra. Marcela Barros Azevedo – CRMV/ES 1430 – especialista em dermatologia
Sócia-proprietária da CEVET – Centro de Especialidades Veterinária Guarapari (antiga Cane e Gatto)

CEVET – Centro de Especialidades Veterinária Guarapari
R. Fernando de Abreu, 19 – São Judas Tadeu, Guarapari
(ao lado do restaurante Casa Marracini e em frente a Primeira Igreja Batista em Guarapari)
(27) 3117-0021 | (27) 99630-4815
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h30 |sábados, das 8h às 14h Emergência 24h

Anúncio

Veja também

20240419_162717245_iOS

Pra te ver sorrir: Redescubra seu sorriso com Prótese Protocolo

A solução fixa para a perda total dos dentes

398268436_7033590039987151_7030942099758835422_n

Drinks e coquetéis que fazem do evento uma verdadeira festa

IMG_4079

14 anos de sucesso com sabor de qualidade

Lanchonete em Santa Mônica se destaca no segmento

Danilo-e-Nina

Loja física agrega facilidade e novas opções às delícias da Nina Fit Food

image

Sicoob Sul Litorâneo celebra 35 anos de fundação do Sicoob ES

composition-with-delicious-brazilian-food-close-up

Bom Apetite: Feijoada

Anúncio

Anúncio