Anúncio

Sicoob Sul-Litorâneo beneficia instituições sociais

As ações acontecem em Alfredo Chaves, Piúma, Guarapari, Anchieta, Itapemirim, Itaipava e Viana, cidades de atuação da cooperativa

por Larissa Castro

Publicado em 3 de fevereiro de 2021 às 11:50
Atualizado em 3 de fevereiro de 2021 às 11:50
Anúncio
Entrega das doações do Dia C à Pestalozzi de Alfredo Chaves. Fotos: divulgação

Colocando em prática a essência do cooperativismo, aliado ao compromisso social de desenvolvimento sustentado da comunidade, o Sicoob Sul-Litorâneo integra as ações no ‘Dia de Cooperar’, criado pela Organização das Cooperativas do Brasil (OCB).

O programa de responsabilidade social do cooperativismo, também conhecido como ‘Dia C’, acontece a cada ano, sempre no Dia Internacional do Cooperativismo (4 de julho). Em 2020, 85 voluntários funcionários e dirigentes, atuaram diretamente na realização do programa, inúmeros associados participaram através de doações e oito instituições foram beneficiadas, mostrando que o cooperativismo faz a diferença. “A participação do Sicoob nestas ações sociais só nos traz orgulho de fazer parte desta instituição”, contou a tesoureira da agência de Itaipava, Érica Peruzzo Rigotti.

Com investimento total de R$ 56.731, 57, entre benefício financeiro e doações dos associados, o Sicoob Sul-Litorâneo beneficiou 288 pessoas diretamente e 864 indiretamente. Uma das instituições beneficiadas foi a Associação Pestalozzi de Alfredo Chaves; de acordo com Vera Lúcia Bona, coordenadora pedagógica da instituição, a iniciativa pôde suprir necessidades geradas após as fortes chuvas ocorridas na cidade. “Depois de um desastre de proporção incalculável é sempre muito gratificante ver que uma empresa financeira tem esse olhar de solidariedade com o próximo, essas doações por parte do Sicoob somaram muito às nossas atividades e possibilitaram um novo recomeço”.

Projetos também são contemplados por meio do Edital de Projetos Sociais

Ao final de cada ano, o Fundo de Investimento Social (FIS) de cada cooperativa do Sistema do Sicoob, reserva 1% do resultado para a abertura do Edital de Projetos Sociais. O Sicoob Sul-Litorâneo, por exemplo, em dois anos de realização do projeto, doou mais de R$ 60 mil e, ainda no início deste ano, deve contribuir com mais de R$100 mil, destinados a instituições das cidades de Alfredo Chaves, Guarapari, Piúma e Viana. O processo de seleção acontece através do edital, e instituições de diversos setores são amparadas pela cooperativa.

Miguel Valiati, presidente da APAE Piúma, uma das instituições beneficiadas; e Fábio Antônio Novaes, presidente do Sicoob Sul-Litorâneo, no momento da assinatura do convênio.

Para serem contempladas, as instituições precisam seguir alguns pré-requisitos ao se inscrever no edital. Até o momento, oito instituições foram selecionadas e o recurso é destinado exclusivamente as necessidades dos projetos apresentadas por cada uma delas. “Uma mesma Instituição pode inscrever até, no máximo, dois projetos por ano, e pode receber o apoio financeiro do FIS limitado ao valor máximo em R$ 50 mil no ano. Uma Comissão Técnica do Sicoob avalia e leva em consideração fatores como: o histórico da entidade; a coerência entre as atividades apresentadas, os objetivos e indicadores do projeto; a compatibilidade financeira das ações com o orçamento proposto e o impacto do projeto no município de atuação”, explicou o presidente do Sicoob Sul-Litorâneo, Fábio Antônio Novaes.

*textos compilados de publicações feitas para o folhaonline.es

Anúncio

Veja também

WhatsApp-Image-2021-02-24-at-09.41.41

“Padrões” de beleza ditam discursos de ódio na internet

Influencers digitais de Guarapari sofreram ataques virtuais; colegas e seguidores saíram em defesa

quintuplos-escola-2

Escola muda rotina dos quíntuplos de Guarapari

As crianças, que completam dois anos em junho, estão surpreendendo com a socialização

Anúncio
LOMBO

Lombo suíno com molho de laranja e farofa de frutas secas

BNI networking

Networking: uma nova forma de fazer negócios chega à Guarapari!

saide-ocular

Saúde ocular: de olho na tela (*)

(*) por Dra. Camila F. V. B. Zanon | CRM – ES 12566

guaravet_aline-e-renato-marcondes

O que fazer para seu pet viver mais?