Anúncio

Pandemia resulta em mais buscas por serviço de manicure

por Larissa Castro

Publicado em 13 de outubro de 2020 às 16:58
Atualizado em 13 de outubro de 2020 às 16:59
Anúncio

Apesar da pandemia ter resultado na diminuição de procura por diversos serviços, quem se deu bem com mulheres em casa, foram as manicures que atendem em domicílio. Tomando os devidos cuidados nos atendimentos, essas profissionais que cuidam da estética de unhas dos pés e das mãos, percebem que a procura aumentou, e a periodicidade de atendimento se manteve.

Trabalho realizado pela manicure Alessandra Gomes.

Atuando como manicure há 15 anos, a profissional Alessandra Roza Gomes, 28, bateu o recorde de atendimento durante a pandemia. Sem imaginar que a clientela seguiria firme, no início ela teve medo do que o isolamento social poderia resultar. “Logo no início da pandemia eu tive medo, pois tudo parou. Mas atualmente atendo cerca de 40 clientes por semana, que optam pela manutenção quinzenal ou semanal. A opção de ir prestar o serviço na casa delas favoreceu a continuidade do meu trabalho”, observa.


Alessandra atende em domicílio e teve aumento de clientes.

Atendendo todas as faixas etárias, Alessandra percebe que as clientes veem o serviço como algo além da aparência. “Muita gente pensa que fazer unha é para mostrar a alguém que você se cuida; a pandemia mostrou outra realidade: mulheres fazem as unhas mesmo para ficarem em casa e com o objetivo de se sentirem bem com elas mesmas”.

Patricia Reis faz unhas com manicure há dez anos e não perdeu o hábito.

A empresária Patricia Reis, que possui a prática de fazer unhas com manicure desde os 14 anos, conta que não perdeu a rotina, pois antes de qualquer situação, ela vê os cuidados como higiene. “Sempre fui muito vaidosa com minhas unhas. Infelizmente a pandemia nos privou de ocasiões sociais, mas olhar para si e ver que você está com as unhas em dia, traz uma sensação de higiene”.

Anúncio

Veja também

Piha

Marca surfwear ajuda instituição de preservação marinha em Guarapari

WhatsApp-Image-2021-02-24-at-09.41.41

“Padrões” de beleza ditam discursos de ódio na internet

Influencers digitais de Guarapari sofreram ataques virtuais; colegas e seguidores saíram em defesa

Anúncio
quintuplos-escola-2

Escola muda rotina dos quíntuplos de Guarapari

As crianças, que completam dois anos em junho, estão surpreendendo com a socialização

LOMBO

Lombo suíno com molho de laranja e farofa de frutas secas

BNI networking

Networking: uma nova forma de fazer negócios chega à Guarapari!

saide-ocular

Saúde ocular: de olho na tela (*)

(*) por Dra. Camila F. V. B. Zanon | CRM – ES 12566