Anúncio

O diferente som da banda Tropical Crowd

por Larissa Castro

Publicado em 28 de agosto de 2020 às 13:30
Atualizado em 28 de agosto de 2020 às 13:30
Anúncio

Além dos tesouros naturais que só Guarapari oferece, a cidade também possui uma raridade: a banda Tropical Crowd. Formada em 2016, o grupo preserva os estilos classic rock e surf music, pouco representados no Brasil, que tem dado destaque aos estilos sertanejo e funk.

Composta pelos integrantes Marco Túlio, vocalista e gaitista; Juninho Vieira, guitarrista e back vocal; Jhony Soares, bateirista; Arthur Valgas, baixista, a Tropical Crowd é uma banda destinada aos entusiastas da boa música, principalmente aos sons dos anos 80. “Tocamos os estilos classic rock e surf music dos anos 80. Posso dizer que somos, atualmente, a única banda ou uma das poucas que seguem esta linha”, destaca o integrante Marco Túlio.

A banda realiza shows dentro e fora do Espírito Santo. Foto: Arquivo pessoal.

Apesar do surf music ter sido criado na Califórnia na década de 60, no Brasil e, em especial em Guarapari, o estilo combina totalmente com as características locais e o nome da banda, que possui um significado importante para a cidade. “Tropical Crowd é um nome em inglês: Crowd é aglomeração, Tropical é um lugar maravilhoso em Guarapari, que fica na reserva do Parque Estadual Paulo César Vinha. Sou surfista há quase trinta anos e crowd é uma expressão utilizada pelo surf: “ta cheio de gente”. Tropical é um lugar que surfamos muito lá, então homenageei este lugar com o nome da banda”, explica Marco Túlio.

No repertório da banda, que costuma tocar em cidades do Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro, covers de grandes clássicos. ” O Surf Music, no Brasil, remete à banda Blitz, bem anos 80. Classic Rock é o Red Hot Chilli Peppers, Fool Fighters, que é mais recente, e seguimos nessa linha”.

“A nossa música, apesar de não ser tão popular no Brasil, está bastante em alta, bem procurada. Antes da pandemia, nós tocávamos pelo Estado todo, todos os fins de semana era agenda cheia, então é um mercado bem amplo e que precisa ser explorado. Em Minas Gerais, que não tem mar, o pessoal gosta do estilo, remete à praia”, completa Marco Túlio.

Tropical Crowd. Foto: Divulgação.

Em alta, as cervejarias artesanais são locais certos para as apresentações da banda. Marco Túlio explica que, antes da pandemia, diversos locais eram palco das apresentações do grupo.”Tocamos na Cervejaria Barba Ruiva, em Domingos Martins; na Praia do Canto, Ensaio Botequeim, Liver Pub, é uma música que acompanha a moda crescente das cervejarias artesanais; locais que têm rock e surf music. Aqui em Guarapari também tocamos no Barari, no Playeros e em formato acústico, a gente toca no Bells Pub e no Café Orquídea”.

Ainda sem previsão de quando será o próximo show, devido à pandemia, a banda realiza lives. “Fizemos 4 lives bem bacanas, e alguns shows particulares. Não temos previsão de shows abertos ao público, por enquanto. Nada agendado ainda, infelizmente”, lamenta Marco Túlio.

Acompanhe o trabalho da banda pelo canal no Youtube.

Tags:

Anúncio

Veja também

JPEG-cachorro-gato-feira-de-animais-jaragua-do-sul-super-abril

Queda de pelos em pets é sazonal, mas pode ser amenizada

Animais com pelagem curta estão mais propensos a sofrerem com a queda de pelos

capa freire vieira

Um novo conceito de clínica médica e odontológica

Anúncio
bronze na laje de fita (1)

Bronzeamento na laje antecipa marquinha de biquíni para o verão

luciana nascimento (2)

Como incentivar o gosto pela atividade física às crianças

Outubro Rosa HM

Outubro Rosa: HM e parceiros doam mais de R$ 2 mil à Afecc

ribeiro-e-padua

Os 47 anos da Ribeiro & Pádua