Anúncio

Memórias compartilhadas: Guiados pela cumplicidade

por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 20 de abril de 2023 às 11:11
Atualizado em 24 de abril de 2023 às 09:43

Memórias compartilhadas: Guiados pela cumplicidade

por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 20 de abril de 2023 às 11:11 / Atualizado em 24 de abril de 2023 às 09:43
Fotos: Arquivo Sou

O casal Renata e Marcos Barcelos era presença certa nas ruas de Guarapari comercializando bilhetes da Mega Sena. Em junho de 2014, eles foram os entrevistados da edição 6 da revista Sou e contaram como cumprem a missão de driblar os problemas do dia a dia. Vítimas de glaucoma congênito desde crianças, na época da publicação, Renata e Marcos recebiam o auxílio do filho, Getúlio, então com 12 anos. Na conversa com a Sou, o casal se abriu sobre como se conheceram, as dificuldades impostas pela falta de acessibilidade e planos de vida.

A mineira Renata e o capixaba Marcos Aurélio se conheceram em 2001, em Belo Horizonte, onde cursaram o ensino fundamental no Instituto São Rafael, instituição destinada a cegos. “Logo depois Renata engravidou e viemos morar em Guarapari. Hoje somos unidos pelo nosso filho, pela cumplicidade, pelo amor e pela vontade de seguir em frente (…)”, contaram à época.

Getúlio, o único filho, também nasceu com problemas na visão, mas até então havia estabilizado a doença. Marcos contou, no entanto, que o acompanhamento é necessário. “Mas é complicado marcar consulta. Se que não possui limitações físicas já sente dificuldade imagina nós”, lamentou.

Para incentivar Getúlio, o casal procurou estudar o supletivo a distância. Segundo Renata, foi uma forma encontrada para mostrar a importância dos estudos. “Estudar é fundamental e proporciona uma vida melhor. E nós queremos isso para ele, um bom emprego e uma realidade diferente da nossa.”

A falta de acessibilidade sempre foi um problema nas cidades brasileiras. Em Guarapari, não é diferente. Naquela época, o casal se queixou da falta de estrutura para pessoas com algum tipo de deficiência.

“A dificuldade que todas as pessoas com deficiência enfrentam é a mobilidade urbana. Os problemas são os mesmos e se arrastam por anos, tanto no transporte coletivo, como nos pontos (…) As calçadas quebradas, com buracos, sem falar das dificuldades em encontrar a faixa de pedestre.”

E guiados por essa parceria, eles encerraram a entrevista: “Nós precisamos estar sempre juntos. Dependemos um do outro e é isso que buscamos passar para o nosso filho. A cultura do ser humano não nos ensina a ser solidário, enquanto na verdade todos nós, independente de ser deficiente físico ou não, dependemos de quem está do nosso lado”, concluiu Renata.

Sou 10 Anos – Memórias compartilhadas

A revista Sou, a queridinha de Guarapari e região, comemora 10 anos. E para isso prepara uma festa cercada de experiências inesquecíveis e planejada para ser um momento em que as memórias dessa primeira década virão à tona e serão compartilhas com todo público presente. O evento acontece no dia 20 de maio na Luazul. Ingressos e mesas já estão sendo comercializados, com valores sob consulta. Para mais informações e vendas, entre em contato: Elisa Santos (27) 99986-7264 / Hamilton Garcia (27) 99983-0333.

Compartilhe:

Sou10 - Banner patrocinadores - Sites_Prancheta 1

Veja também

IMG_0795

Está chegando a hora! Faltam três dias para o Baile da Sou

traballhar-em-destaque

Enxergar e se reconhecer: Óticas Sara chegam com estilo e qualidade a Guarapari

USAR-ESTA-FOTO

A nutri te ensina: Mamãe em forma – é possível recuperar a boa forma após o parto?

d20b55c1-2cef-4766-928f-80d82fef7ea8

Em clima de debutante, Brilho das Noivas apresenta nova coleção

20240410_111048-1

O melhor bolo da cidade! A Minha Avó Fazia ganha espaço físico em Guarapari

usar-esta-destacada

Muquiçaba ganha uma loja completa em produtos de puericultura, enxoval e vestuário para crianças

A puericultura trata do cuidado de crianças nos primeiros anos de vida e engloba produtos que vão desde a amamentação até a higiene, passando por itens de segurança e alimentação, por exemplo