Anúncio

Lei amplia direito a atendimento prioritário a autistas

Norma inclui doador de sangue como incentivo à ação

por Redação Revista Sou

Publicado em 20 de julho de 2023 às 15:37 / Atualizado em 20 de julho de 2023 às 15:37
Simbolo do Autismo. Foto: Ilustração/Simbolo Autismo

Com a sanção da Lei nº 14.626 pelo vice-presidente Geraldo Alckimin foram ampliados os grupos com direito a atendimento prioritário no Brasil, incluindo pessoas com transtorno do espectro autista, com mobilidade reduzida e doadores de sangue. Com a nova norma, esses grupos poderão ser atendidos primeiro em aeroportos, bancos, cinemas, hospitais e demais serviços prestados ao público.

A sanção da lei foi publicada nesta quinta-feira (20) do Diário Oficial da União.

Aprovado em junho deste ano pelo Congresso Nacional, o texto estabelece que “o atendimento prioritário poderá ser realizado mediante discriminação de postos, caixas, guichês, linhas ou atendentes específicos para esse fim”.  

Anúncio

Caso o serviço não tenha guichês próprios para as pessoas com direito à prioridade, a lei exige que esses grupos tenham atendimento “imediatamente após a conclusão do atendimento que estiver em andamento, antes de quaisquer outras pessoas”.  

Até então, apenas idosos, pessoas com deficiência, gestantes, lactantes, pessoas com crianças de colo e obesos tinham direito ao atendimento prioritário no Brasil.

Além de alterar os grupos com direito ao atendimento prioritário, a lei exige assentos reservados e devidamente identificados para autistas e pessoas com mobilidade reduzida.  

“As empresas públicas de transporte e as concessionárias de transporte coletivo reservarão assentos, devidamente identificados, às pessoas com deficiência, às pessoas com transtorno do espectro autista, às pessoas idosas, às gestantes, às lactantes, às pessoas com criança de colo e às pessoas com mobilidade reduzida”, determina o Art. 3º da legislação.  

De acordo com o Estatuto da Pessoa com Deficiência, a pessoa com mobilidade reduzida é aquela que tem “por qualquer motivo, dificuldade de movimentação, permanente ou temporária, gerando redução efetiva da mobilidade, da flexibilidade, da coordenação motora ou da percepção”. 

Incentivo

Para incentivar a doação de sangue no Brasil, a lei também incluiu os doadores de sangue na lista de pessoas com direito ao atendimento prioritário. Segundo o texto da lei, “para fins de incentivo à doação regular de sangue, os doadores terão direito a atendimento prioritário, nos termos da Lei nº 10.048, de 8 de novembro de 2000, mediante apresentação de comprovante de doação, com validade de 120 (cento e vinte) dias”.

*Com informações da Agência Brasil.

Anúncio

Veja também

20240419_162717245_iOS

Pra te ver sorrir: Redescubra seu sorriso com Prótese Protocolo

A solução fixa para a perda total dos dentes

398268436_7033590039987151_7030942099758835422_n

Drinks e coquetéis que fazem do evento uma verdadeira festa

IMG_4079

14 anos de sucesso com sabor de qualidade

Lanchonete em Santa Mônica se destaca no segmento

Danilo-e-Nina

Loja física agrega facilidade e novas opções às delícias da Nina Fit Food

image

Sicoob Sul Litorâneo celebra 35 anos de fundação do Sicoob ES

composition-with-delicious-brazilian-food-close-up

Bom Apetite: Feijoada

Anúncio

Anúncio