Anúncio

Feliz 2021: Integrar Fisioterapia Pélvica

por Carolina Brasil

Publicado em 7 de janeiro de 2021 às 10:00
Atualizado em 7 de janeiro de 2021 às 10:01
Anúncio

Inovar: foi nisso que pensaram Roberta de Oliveira Colodete Machado e Lubiani Buback Melo, fisioterapeutas à frente da Integrar Fisioterapia Pélvica, nossa quarta matéria da série que traz exemplos de profissionais e empresas que transformaram um ano como o de 2020 em uma alavanca de oportunidades, aprendizado e crescimento. Além disso, já projetando ainda mais novidades para o ciclo que se inicia.

Roberta de Oliveira Colodete Machado e Lubiani Buback Melo.

Há pouco mais de um ano, nasciam os planos da Integrar Fisioterapia Pélvica, em Guarapari. Sob o comando das fisioterapeutas Roberta de Oliveira Colodete Machado (CREFITO 15 126548F) e Lubiani Buback Melo (CREFITO 15 88993F), o espaço carrega a inovação para atuar em uma área ainda pouco conhecida, dedicada à saúde da mulher. 

As colegas de profissão Roberta e Lubiani, com mais de 10 anos de experiência, capacitadas na área da saúde da mulher e percebendo a afinidade que tinham, se uniram em torno do objetivo comum de oferecer atendimento diferenciado para influenciar de maneira positiva a vida de cada paciente. “A Integrar é o resultado de um sonho nosso, voltado à fisioterapia para a saúde da mulher. Nesse contexto, a evidência fica na fisioterapia pélvica, uma abordagem que busca tratar disfunções pélvicas e as relacionados as áreas de ginecologia, obstetrícia, postural e mastologia”, destacou Roberta Colodete. 

Entre planejamento, execução e inauguração do consultório, uma interrupção inesperada: a pandemia pela Covid-19, como lembrou Lubiani Buback. “Após muita espera e ansiedade, quando iríamos começar a atender, veio a pandemia. Foram dias bem difíceis, pois tínhamos a estrutura tão desejada, pacientes necessitando de atendimento e, por respeitar as normas das autoridades, não podemos iniciar”.

Roberta e Lubiani formam a Integrar Fisioterapia Pélvica, em Guarapari.

Contudo, a coragem das profissionais e amigas não deixou que elas desistissem do sonho e a determinação fez com que pudessem aguardar o momento de colocar em prática tudo que haviam planejado. “Queremos que as mulheres desfrutem da qualidade de vida merecida através da nossa atuação e informação, com atendimento humanizado em um ambiente exclusivo para elas, seguro e adaptado à nova realidade mundial. Este foi um ano desafiador e igualmente vitorioso. Estamos confiantes que 2021 também será de muitas conquistas; nos capacitamos constantemente para trazer o que há de mais atual e resolutivo para mulheres a partir de 18 anos que apresentem disfunções pélvicas, gestantes e mastectomizadas”. 

Para quem estiver se perguntando o que seria a fisioterapia pélvica e quais benefícios práticos ela pode trazer, Roberta e Lubiani explicam: “Existem muitas queixas que atendemos, erroneamente consideradas normais, como perda urinária, perda de flatos (gases) e até de fezes; a famosa prisão de ventre; e a dor durante a relação sexual, que podem estar diretamente relacionadas com uma disfunção dos músculos da região pélvica. Na gestação, independente da via de parto, a abordagem a fisioterapia é cientificamente comprovada para beneficiar as mulheres em vários sentidos. Nossa expertise também engloba as gestantes de alto risco, com diabetes e hipertensão, por exemplo; estudos científicos comprovam os benefícios dos exercícios terapêuticos nesses casos. Também atuamos nas complicações obstétricas no período pós-parto”, finalizaram. 

Integrar Fisioterapia Pélvica 

Rua Paulo Aguiar, 2º piso loja 50 – Galeria do Ed Center Park

Centro | (27) 99694-2503

Anúncio

Veja também

Lenine-em-Transito-07-Flora-Pimentel-p

Lives continuam sendo a alternativa cultural em tempos de pandemia

capa para pauta moda sem gênero

Roupas sem gênero ditam moda e comportamento

Anúncio
slackline-Fatima

Equilíbrio e concentração: slackline ganha adeptos em Guarapari

Bacalhau no forno ao alho

Bacalhau no forno ao alho

pet páscoa

Páscoa e pets: brincadeira pode, chocolate não!

Risa-Irma-Marilza

(Re)conheça e ajude o Recanto dos Idosos em Guarapari