Anúncio

Encontro celebra mais um ano de trabalho do EcoPaz no apoio a mulheres vítimas de violência

por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 12 de março de 2024 às 10:15 / Atualizado em 14 de março de 2024 às 08:54
Fotos: HM Comunicação

O Espaço de Convivência Paz e Bem (EcoPaz) celebrou, na semana passada, três anos de fundação do projeto, que acolhe e dá apoio a mulheres vítimas de violência doméstica. A comemoração reuniu cerca de 50 convidadas, voluntárias e autoridades no salão do Grupo Espírita Allan Kardec, em Olaria, e teve como atração musical o Coral Garotas da Musicar.

Idealizado em 2008 – inicialmente como um espaço de acolhimento emocional sem público específico, mas que não foi concretizado -, foi apenas em 2021 que o EcoPaz deu início a um projeto voltado para mulheres que sofreram em relacionamentos abusivos, passando a funcionar no ano seguinte. Atualmente, acolhe dezenas de vítimas com um time de profissionais voluntárias.

“Nós começamos o funcionamento em 2022 com apenas uma psicóloga, a Nathália Ramos, que acreditou no nosso trabalho, durante um ano atendendo oito mulheres. Hoje nós temos 11 psicólogas, duas assistentes sociais, uma massoterapeuta e uma reikiana. Temos uma infinidade de pessoas que estão comprometidas com o bem-estar dessas mulheres”, relembra Alba Sampaio, fundadora e vice-presidente do EcoPaz.

Para a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres de Guarapari, Márcia Barros, o projeto exerce um papel fundamental no acompanhamento das vítimas após o trauma causado pelos agressores. “A mulher chega na delegacia, faz um depoimento, mas às vezes não tem um acolhimento psicológico para lidar com a situação. É muito importante ter um trabalho como esse no nosso município, que hoje está equiparado com a Grande Vitória. A demanda em Guarapari está muito grande”, afirma.

Foi pelo encaminhamento da Delegacia da Mulher que Letícia de Souza, de 33 anos, chegou ao EcoPaz. Após passar por um relacionamento abusivo, ela prestou queixa com base na Lei Maria da Penha e entrou com uma medida protetiva contra o agressor.

“Foi aqui que comecei a ser atendida psicologicamente. O EcoPaz é uma estrutura que tenho em Guarapari que me fortalece e me mantém firme nessa questão da violência contra a mulher”, enfatiza ela, que ainda apela para que mulheres que sofrem violência doméstica denunciem seus agressores.

Letícia Gabriela e Letícia Galvão

Inspiração nas causas sociais

A celebração de aniversário do EcoPaz também contou com a presença da Miss Guarapari 2024, Letícia Galvão, que pretende usar sua voz para chamar atenção para a causa. “Para quem vê de fora, acha que ser miss é só estética, beleza e vaidade, mas, na verdade, a miss é uma porta-voz de causas sociais, e o projeto que eu abracei foi o EcoPaz. Eu tive a oportunidade, através da Márcia (Barros) de fazer parte desse projeto, e é isso que quero levar para o Miss Espírito Santo, porque é muito importante que a miss tenha uma causa social”, explica.

A jovem de 25 anos afirma já ter sido vítima de violência psicológica, mas na época não se deu conta do tipo de agressão, e convidou outras mulheres a conhecerem o EcoPaz, além de reivindicar uma Casa Abrigo em Guarapari. “Gostaria que conhecessem o EcoPaz e esse trabalho incrível e que engajem na luta par trazer uma Casa Abrigo, para que as vítimas se afastem do agressor, e que as leis sejam cumpridas para evitar impunidade”, finaliza.

Veja também

DSC_5545-1

Jornalista lança livro sobre festival de música que marcou Guarapari nos anos 70

WhatsApp-Image-2024-04-10-at-16.31.00

Mamma mia! Cardápio variado é uma das principais atrações da Festa da Imigração Italiana

Evento acontece em Buenos Aires nos dias 13 e 14 de abril

exposicao-secult-tribos

Palácio Anchieta recebe exposição fotográfica ‘Juruti – Festival das Tribos’

xr:d:DAF0c5wR7DY:23,j:8257773838823460586,t:24040514

No cinema, na música ou literatura: Sou indica o que curtir neste fim de semana prolongado

imagem-02-1

Estudo aponta crescimento na altura e no sobrepeso de crianças brasileiras

Ativo 12-80 2

Educação e turismo: o que esperar do novo Radium Hotel

A Sou separou detalhes e fotos do projeto de reforma do prédio histórico