Anúncio

EcoPaz completa três anos de trabalho pela cultura da paz

por Pedro Henrique Oliveira

Publicado em 23 de março de 2024 às 09:50 / Atualizado em 23 de março de 2024 às 09:50

O Espaço de Convivência Paz e Bem (EcoPaz) comemora em 2024 três anos de um trabalho fundamental no acolhimento de mulheres vítimas de violência doméstica em Guarapari. Idealizado e fundado há três anos, o projeto passou a funcionar de forma definitiva em 2022, e durante esses anos foi responsável pelo atendimento a dezenas de mulheres de forma gratuita.

“O saldo das ações do EcoPaz é muito positivo, iniciamos com pouquíssimos voluntários e parcos recursos. Pudemos contar com doações de pessoas que acreditaram na proposta e na seriedade do nosso trabalho, e na necessidade de um local que minimizasse o sofrimento de tantas mulheres vítimas de violência doméstica. Com isso, pudemos ampliar nossos atendimentos”, comemora a presidente do projeto, Dinalva Dornellas.

É através das doações e do trabalho de cerca de 28 voluntários que o EcoPaz acolhe e atende as mulheres que buscam conforto após sofrerem situações traumáticas. São dez psicólogas, duas assistentes sociais, cinco terapeutas e onze atendentes que fazem os atendimentos emocionais e serviços burocráticos.

Anúncio

“Nós temos atendimento psicológico – com dez psicólogas -, oferecemos Reiki, massagem, acupuntura e apoio emocional”, detalha Alba Sampaio, vice-presidente do EcoPaz, que ainda ressalta a promoção de rodas de conversas e palestras com temas pertinentes à violência contra a mulher.

Histórias de reconstrução

O EcoPaz, com o lema Pela Cultura da Paz, exerce um importante papel na vida de quem foi ajudada pelo projeto. São histórias de superação que revelam o tamanho do impacto que o trabalho tem no apoio a essas mulheres.

Segundo Dinalva, os resultados podem ser sentidos nos depoimentos de cada uma das atendidas pelo projeto. “Todas, sem exceção, são unânimes em afirmar que sem os atendimentos prestados pelo Ecopaz não teriam conseguido se reerguer e se reconstruir. Algumas afirmam que o melhor dia da semana é quando estão no espaço”, afirma.

O apoio psicológico e o carinho dos membros do projeto foram fundamentais para que Núbia Lima continuasse a vida após sofrer em um relacionamento abusivo. “Eu dedico a minha saúde mental e a minha vida ao EcoPaz. Eu quase cheguei a enlouquecer de tanta tristeza, raiva e ódio. Eu contava os dias para chegar toda quinta-feira e eu poder ter a sessão com a psicóloga, eu entrava com vários sentimentos negativos e saía com força e brilho para começar uma nova semana.”

Núbia Lima

Após um ano de terapia, Núbia se reergueu e passou a dar seu testemunho em palestras e eventos a convite de escolas e órgãos públicos. “De papel de vítima passei a ser uma mulher guerreira, que viveu uma superação, uma mulher que deu a volta por cima. Ter a oportunidade de contar a minha história, falar sobre relacionamentos tóxicos para outras mulheres me ajudou muito. Eu tenho eterna gratidão a esse projeto lindo e voluntário. São mulheres preparadas que estão ali para acolher nossa dor. Se não fosse o EcoPaz, não sei o que seria de mim e do meu filho”, enfatiza.

“É um impacto grandioso. A vítima chega destroçada, com grande sofrimento, muitas com ideação suicida, e só em ver essa mulher sair de lá sorrindo e com vontade de viver… esse retorno não tem preço”, completa Alba.

Órfãos e filhos da violência

O EcoPaz busca agora aumentar o número de atendimentos e incluir os filhos de mulheres vítimas da violência com o projeto “Filhos e órfãos da Violência”, que dá apoio psicológico e psicopedagógico. “Os planos futuros são de ampliar os atendimentos, e expandir para acolhimento dos filhos (que já fazemos em menor número), e também dos agressores, estes com um trabalho de conscientização, a fim de quebrar os ciclos de violência de gerações.”

Ações desenvolvidas em 2023

  • 64 atendimentos para acolhimento emocional;
  • 430 atendimentos psicológicos, sendo 29 crianças/adolescentes que foram atendidas pelo projeto “Filhos e órfãos da Violência”;
  • 48 atendimentos de acupuntura;
  • 119 sessões de massoterapia;
  • 32 atendimentos de Reiki.

Totalizando 693 atendimentos

EcoPaz – Espaço de Convivência Paz e Bem

Local: rua Horácio Santana, 434 – 2º andar – Parque Areia Preta
Atendimento: segunda a sexta-feira, das 14h às 18h
Contato: [email protected]
WhatsApp: (27) 99629-1130        
Instagram: @ecopaz_espacodeconvivenciapaze

Anúncio

Veja também

IMG_4101

HM Comunicação lança versão digital do Guia Sou Saúde e Estética; um aliado para uma vida saudável

O tradicional projeto Guia Sou Saúde e Estética, impresso desde 2008 com atualização e distribuição periódicas, agora disponível a um clique

Lucas-Daniel

Malas prontas, mas o pet não vai; o que fazer?

DOC_Prancheta 1

Alerta importante da Veterinária Vida para você

IMG_0237

Forneria 1983: a Itália bem representada na orla da Praia do Morro

Luana-retrato-fotos-May-Rabello-19

Beleza de Inverno: procedimentos estéticos ideais para a estação

Snapinsta.app_340825604_994855801898514_3576779473156131857_n_1080-gigapixel-low_res-scale-4_00x

A nutri te ensina: Como manter a alimentação saudável no inverno

Anúncio

Anúncio