Anúncio
Sou-Header_Site_Entrevista

Entrevista da semana

Carolina Brasil é jornalista, formada em 2005/2 pelo Centro Universitário Faesa. Iniciou a carreira como estagiária na TV Educativa do ES e, com o diploma em mãos, trabalhou por cinco anos na TV Vitória/Record. Capixaba, mudou-se para o Rio de Janeiro onde passou por agências de Publicidade e Propaganda. Após retornar ao Estado, passou a fazer parte da equipe da HM Propaganda, contribuindo com os veículos jornalísticos, Revista Sou, e outros jobs publicitários. Neste espaço, com ela, você confere uma entrevista especial a cada semana!

É de Guarapari o futuro presidente do Bandes

Publicado em 7 de fevereiro de 2021 às 15:00
Atualizado em 7 de fevereiro de 2021 às 15:00
Anúncio
Munir Abud de Oliveira é formado em Direito. Foto: reprodução

Recentemente, o guarapariense Munir Abud de Oliveira, 34 anos, foi indicado para assumir o cargo de diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). Munir, que até então estava como diretor-geral da Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (ARSP), aguarda a avaliação do Banco Central para assumir. O advogado, que também já atuou como Conselheiro titular da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Espirito Santo; e foi Procurador Geral do Município de Anchieta e Consultor Técnico da Prefeitura de Guarapari, está na Entrevista da Semana. Confira:

Revista Sou: Qual o balanço que faz do trabalho desenvolvido na ARSP?

Munir Abud: A frente da ARSP realizamos vários convênios de regulação de saneamento básico, assegurando um serviço de qualidade aos capixabas. Demos os primeiros passos para tornar o gás mais barato, adequando o Estado ao novo mercado criando uma regulação moderna e pioneira no país. Preparamos a ARSP para receber e regular novas concessões que possam surgir no Governo. O órgão, hoje, encontra-se estruturado, capacitado e financeiramente saudável em condições de continuar avançando.

RS: Como recebeu a indicação para o Bandes?

MA: Recebi a indicação do governador com muita alegria e disposição para enfrentar este novo desafio! É reconhecimento de um bom trabalho que vem sendo feito com muita dedicação e entrega ao Governo Estadual.

RS: Quais as principais pretensões à frente do banco?

MA: A frente do Bandes temos como metas prioritárias democratizar o acesso ao crédito, tornando o banco de mais fácil acesso possível. Junto a isso, temos como obrigação a desburocratização nas operações.

RS: Já é possível adiantar alguns projetos? Onde mais o banco pode atuar ou ampliar atuação?

MA: O banco deve ser tornar um importante estruturador de projetos de Parcerias Público-Privadas (PPP`s) e auxiliar deste sistema no Estado, ajudando inclusive os municípios a desenvolverem projetos. Também teremos uma participação importante como o grande apostador de empreendimentos capixabas, destinando parte do Fundo Soberano para associar-se a projetos acreditando no desenvolvimento do Espírito Santo.

RS: Como avalia a importância do Bandes para o ES?

MA: O Bandes, como o próprio nome diz, deve ser o banco de desenvolvimento do nosso Estado, que aposta nos empreendimentos que aqui estão. Uma boa atuação do dele será determinante para que o Espírito Santo desponte como um dos melhores Estados da Federação para o investidor/empreendedor. Seremos um banco que confia, acredita e aposta no empreendedor capixaba!

Anúncio

Veja também

Cachorro-gripe-Petlove

Meu cão também fica gripado?

eventos-noiva-por-um-dia

De Cerimonialista a Noiva: assessoras de eventos de Guarapari viram noivas por um dia

Anúncio
Sebastiao_Simoes_foto_zanete_dadalto

Planejamento e gestão estratégica para empresas

Convidamos Sebastião Simões para falar sobre o tema, especialmente voltado aos gestores que buscam performance de alto nível

evento-dia-de-noiva-2021-10-16-2

Cerimonialistas de Guarapari passam pela experiência de se sentirem noivas por um dia

Dra-Mara-Unilabfacil

Unilabfácil: se aprimorar em meio aos desafios da pandemia

Com a chegada da pandemia da Covid-19, setores ligados à saúde tiveram que aperfeiçoar processos e tornar atendimentos ainda mais humanos

Elisangela-Antonio-Fatima-e-Mayara

Paz Eterna 50 anos: atender bem é a chave do reconhecimento