Anúncio

Desapega!

por Redação Revista Sou

Publicado em 3 de dezembro de 2020 às 10:27
Atualizado em 3 de dezembro de 2020 às 10:33
Anúncio
Izabela Sabino e peças “desapegadas”. Fotos: Arquivo pessoal

Nessa época do ano, é comum as pessoas reservarem um tempo para fazer algumas arrumações, se desfazer de coisas que não usam mais e doar aquilo que ainda será útil a outra pessoa; essa também pode ser até uma oportunidade de ter uma renda extra com a venda de itens usados. Especialistas defendem os benefícios dessa iniciativa, que pode ser feita o ano todo.

A permanência maior em casa por conta da pandemia, por exemplo, fez muita gente promover uma arrumação no lar. Agora, com ano novo se aproximando a passos largos, é hora de deixar o “velho” para trás, e só levar coisas boas e energias positivas para o próximo ano. Isso inclui metas, hábitos, objetos e roupas!

Contudo, com o pensamento de manter no guarda-roupa somente o necessário, algumas pessoas podem ter dificuldade na hora de se desfazer. O conselho básico é se fazer algumas perguntas: “há quanto tempo não uso essa peça?”; “isso me traz alegria?” – questione-se.

Para se desfazer e se permitir dar chance à peças novas, a designer de roupas Izabela Sabino, de 24 anos, realizou um bazar virtual do desapego. “Desapegar do que não se usa e liquidar coleções passadas sempre com o objetivo de dar início a um novo ciclo”.

Trata-se de uma espécie de brechó on-line, que acontece pelo Instagram (@bela.desapegos_) com peças usadas e preços reduzidos. Pensando em todos os benefícios desse tipo de comércio, principalmente durante a pandemia, ela conta que não teve dúvidas que daria certo e investiu na ideia. “Ultimamente tudo ficou mais caro, e tem umas peças que eu amo, mas que eu não uso. Tem coisas que agora eu coloco e vejo que não tem mais nada a ver comigo. Limpei meu guarda-roupas e resolvi vender para poder ganhar um dinheiro extra”, contou a designer.

Alba Sampaio, psicóloga.

A psicóloga Alba Sampaio explica que deixar a casa organizada traz benefícios mentais. “Arrumar o externo, organiza o interno; o ambiente organizado e limpo ajuda o cérebro a receber mensagens organizadamente. Um ambiente assim faz com que nós organizemos internamente”.

A profissional ainda comenta sobre o alívio e o bem-estar de ter um quarto limpo e arrumado, por exemplo. “Já percebeu que quando você acaba de arrumar seu quarto, dá um certo alívio? Faz com que a gente goste de ficar no espaço. Busque organizar o seu tempo; quando você consegue organizar o seu espaço você consegue organizar outras questões da própria vida”, destacou.

O momento da organização precisa ser prazeroso, por isso, é importante começar por etapas. A empresária Elisa Santos realiza os desapegos durante todo o ano; ela faz as doações das peças, sapatos ou assessórios tanto para um bazar solidário, quanto para pessoas conhecidas ou que precisam. Ela ressaltou que não repõem o que tira, só quando necessário. Ainda afirma que nunca ficou apegada às roupas ou aos sapatos; sempre realizou as doações. As “arrumações”, sempre acontecem nos fins de semana. Na sexta-feira e no sábado; separa, experimenta e realiza as escolhas. Já no domingo, termina e desapega. “Na “limpa” mais recente, eu achei dois vestidos que eu tinha comprado início do ano e que ainda não tinha usado; experimentei e agora vou colocar em uso”.

Elisa Santos e peças que vão circular em outro guarda-roupas.

A cultura do desapego acaba se tornando um estilo de vida para quem dá uma chance à prática. Por conta da pandemia pela Covid-19, foi um ano complicado em vários aspectos, porém, 2021 vem para renovar as esperanças de dias melhores e por que também não o guarda-roupas? “Às vezes, tem peças de roupa que a gente quase não aproveita ou nem usa mais e tem gente que realmente aproveitaria muito mais do que nós. Tem roupa que não adianta ficar no armário”, comentou Elisa.

“Diante daquilo tudo que você viu, faça doações, a importância da empatia, somos gratos por ter roupas. Desfazer daquilo, energeticamente, é melhor. Abra espaço para coisas novas; roupas novas. Entrar em 2021 com um pensamento novo, positivo e articulado”; finalizou Alba.

*Por Alice Mourão

Anúncio

Veja também

Costela-com-barbecue

Costela suína ao molho barbecue

Korpus-2020 filme

Filme descortina Guarapari e celebra 30 anos de escola de dança

Anúncio
Portrait beautiful young asian woman happy smile with floating breakfast in tray on swimming pool

Cinco doenças comuns no verão que você pode evitar

Com cuidados básicos é possível se prevenir contra doenças como intoxicação alimentar, conjuntivite, otite, micose e dengue

marcos-massoterapeuta

Duas mãos pelo seu bem-estar geral

Sabores-Espaco-Buffet-5

Sabores e estrutura alinhados

Montagem - Toninha - Helaine - Adriana (capa)

Máscaras faciais: proteção e ferramenta para superar a crise