Anúncio

Conheça a ONG Vila Vida, em Meaípe, e ajude o projeto a seguir em frente

A ONG precisa de ajuda para continuar ofertando cursos e ações para a comunidade de Meaípe e entorno após a morte do criador e coordenador do espaço

por Aline Couto

Publicado em 27 de agosto de 2021 às 10:00
Atualizado em 27 de agosto de 2021 às 10:02
Anúncio
Flávio Alves e a esposa Zete Dias. Fotos: arquivo pessoal.

Há cerca de dois meses, vitimado pelo novo Coronavírus (Covid-19), faleceu o criador e coordenador da ONG Vila Vida, em Meaípe, Guarapari. Flávio Alves de Amorim sempre se envolveu em causas sociais, e no ano de 2006 criou uma biblioteca comunitária no bairro, o Projeto farol, a primeira biblioteca registrada e informatizada do município.

Logo depois, o projeto começou a ofertar cursos para a comunidade de Meaípe, como manicure e alfabetização para a terceira idade, e passou a se chamar Sac Farol. No ano seguinte, o projeto mudou de endereço e até 2009 o espaço era frequentado, diariamente, por cerca de 100 crianças, adolescentes e adultos.

Flávio captava os recursos para manter as atividades, tudo era feito por ele e pelas doações recebidas, sem nenhuma ajuda de governo ou prefeitura. Mas, por conta da falta de apoio, o espaço precisou ser entregue e os trabalhos encerrados.

Apesar da falta de espaço físico, Flávio não desistiu de ofertar ajudar ao próximo. Seguiu fazendo trabalhos sociais em comunidades carentes, distribuindo cestas básicas, realizando Natal Solidário e auxiliando famílias a internar parentes com vícios. Ele também era pastor e fazia evangelizações em presídios e casas de recuperação.

Em 2018, ele conseguiu retornar ao prédio onde funcionava o projeto, e ali morou até o falecimento em junho deste ano. O grande sonho de Flávio era dar continuidade a ONG e seguir ofertando cursos para a comunidade.

Campanha

Para manter o legado do padrasto, a enteada, Skarlat Foolwer, junto a mãe, a viúva de Flávio, Zete Dias, criou uma campanha para arrecadação de valores.

“Ele também gostava de escrever sobre a vida, era poeta, e chegou a publicar um livro, Aprendiz de Rua, com reflexões sobre amor, espiritualidade e paz. Temos exemplares em casa e decidimos vender pelo valor de R$ 20,00”, contou Skarlat.

De acordo com a enteada, Flávio sempre teve o desejo de mudar a sociedade e deixá-la mais justa. E com a ONG funcionando, ela acredita que o sonho do padrasto se mantenha vivo.

ONG Vila Vida

Endereço: Rua Izaltino Alves de Souza, número 11

Bairro: Meaípe

Mais informações: (27) 99731-4669 – Zete.

Conheça algumas ações do Projeto Social

Anúncio

Veja também

rui barbosa gri 130 anos

Com música e dança Escola Rui Barbosa faz homenagem à Guarapari

Familia-nomade-3-768x1024

Família nômade se encanta com as belezas de Guarapari

Anúncio
Concerto-classico1-768x576-1

Aniversário de Guarapari será celebrado com música clássica no final de semana

A Orquestra de Câmara Fâmuli e a Cia Musical Allegro serão os responsáveis pela apresentação

eduacao-especial-768x512

ES investe quase R$ 9,5 milhões em Educação Especial

abertura-de-empresas-768x427-1

Agosto atinge marca histórica de abertura de empresas no ES

casal-viajante-meaipe-768x512

Guarapari entra no roteiro de casal de jornalistas em viagem pelo Brasil

A viagem pelo país começou em maio e deve durar dois anos