Anúncio

Com atualizações, professores e alunos se preparam para o Enem

por Larissa Castro

Publicado em 2 de novembro de 2020 às 12:00
Atualizado em 2 de novembro de 2020 às 12:01
Anúncio

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisou receber atualizações e ajustes, devido ao Coronavírus. Com provas marcadas para 2021, alunos e professores se adequaram a nova realidade e se preparam para o teste que, principalmente, garante vagas em universidades.

Pela primeira vez, as tradicionais datas de realização do Enem foram alteradas pelo Ministério da Educação (MEC). O teste que era aplicado no mês de outubro, devido a realidade da Covid-19, passa a ser realizado em janeiro e fevereiro. Para muitos, essa mudança obrigatória, além do formato on-line de aulas durante o ano, é visto como uma grande dificuldade e gera desistência. Mas é preciso driblar esta realidade.

Neiva Deecken, gestora da Faculdade Multivix de Guarapari e do CAPTES Pré-vest ENEM.

“É fato que, diante do adiamento das provas do Enem, para 2021, muitos alunos e pais ficaram preocupados. Entretanto, reitero a minha fala de que “Este é o ano da sua aprovação!”, uma vez que muitos desistiram pelo caminho, devido à falta de aulas e de adaptação ao novo modelo de estudo. Foi um ano de transformações. Sempre lembro os alunos de que é preciso ser flexível, é preciso adaptar-se”, reforça Neiva Deecken, gestora da Faculdade Multivix de Guarapari e do CAPTES Pré-vest ENEM.

Faltando pouco mais de três meses, Neiva oferece opções para que alunos se atualizem ao novo e garantam a tão sonhada vaga em uma universidade. “A equipe de professores do CAPTES trabalhou muito mais, pois além de buscar constantemente a qualidade das aulas on-line, dava um suporte psicoemocional; estávamos sempre on-line. Desde outubro, retornamos presencialmente, seguindo todos os protocolos de segurança, com aulas à noite, de segundas a sextas, até a véspera do Enem. Também teremos um curso de redação em novembro, e o intensivão Enem em dezembro e janeiro”.

Com o atraso do Enem 2020, algumas consequências podem surgir, além de impactos nas datas do Enem 2021, devido a alguns estudantes terem menos tempo para se preparar, caso o calendário normal seja mantido. “Infelizmente, a falta de acesso à internet, em muitas regiões, impossibilitou a preparação para o Enem. Em contrapartida, muitos programas foram ofertados. Estudar não é fácil, com internet ou sem, primeiro o aluno precisa ter uma meta bem definida e estabelecer estratégias para alcançá-la. E não desistir diante das dificuldades. Sair da “zona de conforto” gera aflição, mas também promove o progresso”, reforça Neiva.

A estudante Ravena Lovatti está na terceira tentativa para uma vaga no curso de medicina da Universidade Federal do Espírito Santo e, mesmo com a experiência nos estudos para a prova, também sofreu com a mudança no calendário. “Em alguns momentos me vi desanimada. Acho que com tudo o que está acontecendo este ano, conseguir me manter motivada foi um desafio. Fiquei bastante preocupada de cancelarem o Enem 2020 e a gente não ter oportunidade de fazer a prova”, desabafa.

Dicas

“Ainda dá tempo para se preparar para a tão sonhada prova que possibilitará o ingresso em uma universidade. É preciso focar na redação, pois só ela vale 1.000 pontos. Em seguida, treinar muito a matemática, que vem com 45 questões. O Enem é um jogo, e o participante precisa entender as regras para jogar bem. A minha dica aos vestibulandos é que estudem, estudem muito, mas estudem certo. Refaçam todas as provas anteriores do Enem, tenham uma rotina de estudo e façam, no mínimo, uma redação semanal. “Estuda que a vida muda””, orienta Neiva Deecken.


“Além de focar nos estudos, ter um planejamento que permita cuidar da saúde mental, que é muito importante para controlar a ansiedade, fazendo uma atividade física e ter momentos de lazer”, indica a estudante Ravena Lovatti.

Calendário

  • Provas impressas: 17 e 24 de janeiro, para 5,7 milhões inscritos
  • Prova digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro, para 96 mil inscritos
  • Reaplicação da prova: 24 e 25 de fevereiro (para pessoas afetadas por eventuais problemas de estrutura)
  • Resultados: a partir de 29 de março
Anúncio

Veja também

gestante

Exercícios na gestação: o que não te contaram

Ailana Vilela_capa

Antes do retorno, Samarco implanta o “Força Local”

Anúncio
azul-conecta-voo

Voos diretos para Guarapari

negros

Novembro Negro: conheça algumas expressões racistas e seus significados

socorro quero bolo (1)

Venda de bolos liberta mulher da depressão

Fábio Novaes Sicoob

O que é e o que muda com Pix