Anúncio

Casa de ração adota gato, e ele se torna xodó dos clientes

por Larissa Castro

Publicado em 12 de novembro de 2020 às 14:58
Atualizado em 12 de novembro de 2020 às 15:11
Anúncio

Destinada aos animais, a Casa de Ração Reis não esperava ser surpreendida com a chegada de um gatinho para integrar o estabelecimento. Adotado, o gato Jorge apareceu no local, após ser encontrado na rua com poucas expectativas de vida. Apesar da batalha enfrentada pelo animal, hoje ele é o xodó dos clientes e muito amado pela tutora.

Patricia Reis e o gatinho Jorge.

Dona de oito gatos e apaixonada pelo mundo felino, a empresária Patricia Reis se colocou à disposição para ajudar o Jorge a encontrar um novo lar. Mesmo com a boa vontade, foi ela quem se tornou a nova tutora do gato. “O Jorge foi encontrado na rua, por outra pessoa. Quem o resgatou me procurou e eu me comprometi a arrumar uma adoção responsável para ele. Porém, o Jorge se adaptou à loja e nós tínhamos pena dele, pois ele possui problemas de saúde, então resolvi ser a nova tutora”.

Jorge chegou à casa de ração em situação crítica.

Apesar dos cuidados oferecidos por Patricia, o Jorge possui uma doença que é considerada a leucemia felina, e isso impede que ela junte o gato da loja aos que ficam na residência. “Ele é um gatinho doente e requer um pouco mais de atenção. Portador da FIV e FeLV, então eu não posso levá-lo para casa e juntar aos outros. Na loja ele fica muito bem, porque gosta de ver a rua e o movimento”, conta.

O gato recebe carinhos e cuidados diariamente.

No novo lar de Jorge, o carinho de diversas pessoas. Ele é atração para quem faz compras na casa de ração.”Praticamente todos os clientes que vão à loja gostam dele e o conhecem. Mas, tivemos um caso de cliente que não gosta de gato e, como ele é muito dengoso e sempre recebe quem chega, essa pessoa o chutou . Mas a maioria tira fotos, para para conversar e mexer com ele, então esse caso isolado é uma exceção”.

Muito mais que um mascote, para a empresária Patricia Reis, Jorge faz parte da equipe. “Não o considero como mascote, mas sim um integrante da Casa de Ração Reis”, finaliza.

Anúncio

Veja também

Ailana Vilela_capa

Antes do retorno, Samarco implanta o “Força Local”

azul-conecta-voo

Voos diretos para Guarapari

Anúncio
negros

Novembro Negro: conheça algumas expressões racistas e seus significados

socorro quero bolo (1)

Venda de bolos liberta mulher da depressão

Fábio Novaes Sicoob

O que é e o que muda com Pix

galeto_assado

Galeto Assado com Ervas e Limão Siciliano