Anúncio

Atletas de Guarapari e Anchieta estão entre os campeões mundiais de Beach Soccer

por Aline Couto

Publicado em 4 de março de 2024 às 14:01 / Atualizado em 4 de março de 2024 às 14:01
Fotos: divulgação

Maior colecionador de título do Copa do Mundo de Beach Soccer, o Brasil manteve a trajetória e venceu pela sexta vez o campeonato no último domingo (25) em Dubai, nos Emirados Árabes. Entre os jogadores, dois capixabas que se destacaram na final, marcando um gol cada um na vitória de virada, por 6 x 4 contra a Itália.

Bruno Xavier, de 39 anos, veterano na competição, conquistou pela segunda vez o mundial, 2017 e 2024. O jogador teve a primeira convocação para a seleção brasileira em 2007, retornou em 2011 e segue até hoje. “Recebi o convite para entrar no Beach Soccer através do meu primeiro treinador, Cerezo, e a única vaga que tinha era de goleiro. Decidi ir mesmo não sendo a posição que queria jogar no futebol de areia. Segui na posição até que um dia faltou um jogador de linha e entrei no lugar dele. Nesse treino o Duda, na época atleta da seleção capixaba e brasileira me viu e chamou para jogar com ele no ano seguinte. Isso foi há 21 anos atrás”.

Sobre ter feito um gol na final do mundial deste ano, Bruno, que é morador de Anchieta, disse que foi uma honra muito grande. “Agora é seguir treinando para que no próximo desafio que surgir esteja preparado”.

WhatsApp Image 2024 02 28 at 09.22.14 - Capixabas de Guarapari e Anchieta estão entre os campeões mundiais de Beach Soccer
Bruno Xavier.

Natural de Guarapari, Brendo Chagas, 28 anos, entrou no futebol de areia em 2018 através do Campeonato Municipal de Anchieta. “Fui o melhor jogador do campeonato, e recebi o convite de Bruno Xavier para participar do projeto social dele”.

A primeira convocação do atleta para a seleção brasileira foi em 2019 para atuar em um torneio na Nigéria, desde então já conquistou cinco campeonatos: Espanhol, Ucraniano, Eliminatórias para Copa do Mundo de 2021, Copa América e Copa do Mundo FIFA 2024. “Essa foi a primeira Copa do Mundo que participei, e já fui campeão. A ficha ainda não caiu. Durante a semana minha ficha vai cair porque eu vou conversar com meus familiares e amigos sobre essa competição tão importante na modalidade”, relatou.

Brendo também contou que está muito feliz com o gol que fez na disputa final com a Itália, mas enfatizou que o gol que converteu na semifinal foi mais importante. “O jogo estava 2 a 2. Eu entrei no jogo e fiz o gol da virada faltando 40 segundos”.

Para o futuro, em abril o jogador estará na Rússia para jogar pelo Lokomotiv, de Moscou.

WhatsApp Image 2024 02 28 at 09.12.26 2 - Capixabas de Guarapari e Anchieta estão entre os campeões mundiais de Beach Soccer
Brendo Chagas.

Em tempo

O título deste ano representa uma reconstrução brasileira no Beach Soccer. Depois do penta conquistado em 2017, o Brasil passou por duas derrotas consecutivas nas quartas de final em 2019 e 2021. Contando os títulos de 2006, 2007, 2008, 2009 e 2017, a vitória em Dubai consolidou a hegemonia do futebol brasileiro na modalidade. O segundo país com mais títulos é a Rússia, com três. 

Veja também

DSC_5545-1

Jornalista lança livro sobre festival de música que marcou Guarapari nos anos 70

WhatsApp-Image-2024-04-10-at-16.31.00

Mamma mia! Cardápio variado é uma das principais atrações da Festa da Imigração Italiana

Evento acontece em Buenos Aires nos dias 13 e 14 de abril

exposicao-secult-tribos

Palácio Anchieta recebe exposição fotográfica ‘Juruti – Festival das Tribos’

xr:d:DAF0c5wR7DY:23,j:8257773838823460586,t:24040514

No cinema, na música ou literatura: Sou indica o que curtir neste fim de semana prolongado

imagem-02-1

Estudo aponta crescimento na altura e no sobrepeso de crianças brasileiras

Ativo 12-80 2

Educação e turismo: o que esperar do novo Radium Hotel

A Sou separou detalhes e fotos do projeto de reforma do prédio histórico