Anúncio

50 anos de Guarapari

por Revista Sou

Publicado em 13 de novembro de 2023 às 11:21 / Atualizado em 13 de novembro de 2023 às 11:21

A Augusta e Respeitável Loja Simbólica Acácia de Guarapari completou 50 anos de existência e, para celebrar a data, realizou uma cerimônia ritualística pública, seguida de um jantar para todos os convidados, dentre eles, irmãos e ilustres pessoas da comunidade Guarapariense. O evento aconteceu no dia 27 de outubro de 2023, data exata do aniversário, no Guará Centro Eventos.

O nosso muito obrigado!

“Os Maçons têm a consciência de que, às vezes, não é suficiente agradecer os gestos de carinho que as pessoas demonstram ao aceitarem um convite para determinado evento, porém cultuam também a certeza de que os seus comparecimentos representaram o apreço dedicado a quem os convidou e a confiança na Instituição que eles representam.

Com esse sentimento de gratidão, os Membros da Loja Cinquentenária, através de seu Venerável, agradecendo as presenças, bem como a consideração que demonstraram pela Ordem Maçônica, reafirmam que a Maçonaria estará sempre a serviço da Criatura Humana. Finalmente externamos a nossa amizade fraterna a todos que compareceram!”

Os pilares de cinco décadas

A maçonaria não é uma religião, mas uma instituição filosófica, filantrópica, educativa e progressista, que cultiva a humanidade e os princípios de liberdade, igualdade e fraternidade, com o aperfeiçoamento intelectual da Criatura Humana. Filosoficamente a Ordem Maçônica é uma associação de homens esclarecidos e virtuosos que se consideram Irmãos entre si e cujo fim é viver em perfeita igualdade, intimamente ligados por laços de recíproco respeito, estima, confiança e amizade, estimulando uns aos outros, na prática da virtude. É um sistema de moral, velado por alegorias e ilustrado por símbolos. E foi sob esses pilares que os nossos irmãos Elias Kalil Abud, Felício Bittar, Jary Moreira Bessa, Armando Pereira de Carvalho, Ciro Pitanga Filho, João Gualberto da Silva, David Queiroz, Sizenando Paula, Wiliam Ítala, Darly do Vale, Adhemar Silveira Cunha, Isauro Rodrigues, José Gomes Corrêa de Abreu e Constantaen Helal (todos falecidos) e os ainda vivos Manoel Guimarães, Mauro Pinto da Silva, Antônio Adelino Alves Ribeiro e Roberto Ribeiro de Castro, tiveram a percepção de fundar, no dia 27 de outubro de 1973, a Augusta e Respeitável Loja Simbólica Acácia de Guarapari, suprindo as necessidades dos moradores e visitantes daquele então pequeno rincão brasileiro originário de humildes pescadores no que concerne a prática desses princípios, e que contribuíram com o intelectual filosófico dos cidadãos, estimulando a filantropia, oportunizando o conhecimento dos ensinamentos praticados em todo o mundo sob a orientação da Maçonaria Universal.

Veja também

foto-1-1

Sob nova direção, Cheirin Bão é o sabor mineiro na cidade

20240412_163652-1

Roupas como novas com os serviços da LavExpress

20240419_164559338_iOS

Desvendando o futuro da Odontologia: o poder da digitalização

IMG_0795

Está chegando a hora! Faltam três dias para o Baile da Sou

traballhar-em-destaque

Enxergar e se reconhecer: Óticas Sara chegam com estilo e qualidade a Guarapari

USAR-ESTA-FOTO

A nutri te ensina: Mamãe em forma – é possível recuperar a boa forma após o parto?