27 3361-4163 — contato@revistasou.com.br

Negócios de dar água na boca

Site-CapaO Brasil enfrenta hoje um período de retração. Isso não é novidade para ninguém. Mas o que muitos não sabem é como faturar em plena crise. Curiosamente, enquanto alguns setores sofrem, outros lucram. Como é o caso do mercado das franquias. Só para ter uma ideia, a quantidade de lojas franqueadas em operação no ano passado chegou a 138,3 mil. Uma expansão de 10,1% em relação a 2014.  Em 2015, a receita atingiu R$ 139,593 bilhões. Um crescimento de 8,3% no faturamento. É o que aponta levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Um dos segmentos em destaque dentro do setor de franquias é o de alimentação, que registrou alta de 8,9%. Ele é um dos mais consolidados no franchising, ocupando o quarto lugar do ranking em receita. Perdeu apenas para acessórios pessoais e calçados; negócios, serviços e outros varejos; e hotelaria e turismo. Mas por que investir no ramo alimentício parece ser uma doce alternativa à crise? Quem responde é o diretor de inteligência do mercado da ABF, Cláudio Tieghi.

“O setor de alimentação é bem diverso e, por isso, várias razões justificam o crescimento no seu faturamento. Algumas estratégias de sucesso é a tendência de ampliação do mix de produtos – incluindo pratos ligados á saúde, à qualidade de vida e ao bem-estar – e a criação de negócios que remontam à comida caseira e de produto único, como as lojas de bolo caseiro. O foodservice muda a cada dia para atender novas demandas do consumidor. É um setor dinâmico, que foca na diversificação e no atendimento”, disse o diretor em entrevista à Exame.

E é justamente o que já está acontecendo no mercado de Guarapari. O município está experimentando novos negócios de dar água na boca. Tieghi acertou em cheio. A cidade entrou na onda da linha mais fitness com a Onda Verde. Se depender do público, vira franquia. Também aderiu a ideia de ter aquele bolo caseiro à mesa sem ter nenhum trabalho. Isso agora é possível com a Franquia Bolo da Vó Alzira. Há um mês na cidade já é sucesso. Sem falar daqueles que querem a praticidade de um lanche rápido, mas sem perder a qualidade do produto. É onde entra o Clube da Esfiha. Descubra novos sabores você também!

Bateu fome? Que tal uma esfiha feita na hora?

esfiha (3)Você gosta mais do tradicional ou prefere experimentar novos sabores? Bom mesmo é não ter que escolher, não é mesmo? Então, o seu desejo foi realizado. O Clube da Esfiha abre suas portas para Guarapari. Além de ter a garantia de ser uma franquia renomada, ainda conta com um atendimento diferenciado de dois filhos da cidade: Rodrigo Sant’Anna Loureiro e Rômulo dos Santos Brandão.

Carne, queijo, frango com catupiry para os mais clássicos e banana, marguerita e morango com nutela para os mais exóticos. São 20 sabores de dar água na boca para atender a todos os gostos. Inaugurado no dia 12 de janeiro, a primeira casa especializada em esfiha já virou point no centro da cidade. Seguindo o estilo fast food, é uma ótima pedida para quem quer fazer um lanche mais rápido sem perder a qualidade do produto. Afinal, as esfihas são feitas na hora.

esfiha (2)

Rodrigo e Rômulo: sócios-proprietários.

“Eu já conhecia o dono da franquia há uns três anos e eu sempre quis abrir o meu próprio negócio. Agora surgiu a oportunidade e eu abracei. Lógico que o receio existe, ainda mais em época de crise. Porém, acho que a coragem de arriscar tem que ser maior que o medo. O feedback tem sido muito bom. A cidade abraçou a nossa proposta. Como é feito na hora e com produtos frescos, o sabor é diferente”, conta o proprietário Rodrigo.

E nesse espírito de jovens empreendedores, já fizeram a diferença na inauguração e ainda prometem mais novidades. “Quando abrimos, os clientes que tirassem fotos com o nosso boné comendo uma esfiha e postassem nas redes sociais ganhavam um esfiha doce. Foi um sucesso e ajudou na divulgação. Gostamos de trabalhar assim, interagindo com o público. Agora vamos atender delivery e encomenda para festa também”, disse o gerente Rômulo.

Uma aposta que veio para ficar. Com uma massa super leve cujo segredo é guardado a sete chaves, é uma alternativa diferente e muito saborosa para o seu lanche de fim da tarde. Sem falar, que a esfiha chega quentinha à mesa. Aberto de terça a domingo, das 18h às 00h. Vale à pena experimentar.  “A gente garante que você nunca comeu uma esfiha igual”, destacam os sócios.

Os sabores são: Carne, queijo, carne com catupiry, carne com queijo, carne seca com catupiry, frango com queijo, frango com catupiry, calabresa, atum, bacon, palmito, escarola, alho e óleo, margherita, mexicana e à moda. E também as esfihas doces de banana, brigadeiro,  romeu e julieta e nutella com morango.

SERVIÇO

27 3129.5550 | 27 3139.5552

Ao lado do Bradesco no Centro de Guarapari

De terça a Domingo, inclusive feriados das 18h à 0h

Combos com refrigerante a partir de R$ 29,90

 

O bolo caseiro mais gostoso do país bem pertinho de você

BOLO (4)Unir o útil ao agradável, essa foi a doce alternativa nos negócios para Patrícia Charone Moraes da Fonseca e Rafael Ribeiro Costa da Fonseca. Há um mês, eles acabaram de montar uma nova franquia na cidade: a Fábrica de Bolos da Vó Alzira. Um sucesso no país que já tem conquistado o paladar do povo guarapariense. São mais de 100 lojas espalhadas pelo Brasil. No Estado, só tem em Vitória, Vila Velha e agora Guarapari.

“A gente gosta muito de doce e de cozinhar. Então resolvemos unir o útil ao agradável montando o nosso próprio negócio. Mo Rio de Janeiro, a gente passava em frente à loja quase todos os dias e estava sempre cheia, com fila na porta. Um dia paramos para experimentar e viciamos no bolo. Toda semana experimentávamos um novo sabor”, contam o casal.

Nozes, aipim, milho, banana, maçã têm se mostrado entre os favoritos. E não faltam opções. São 34 sabores com misturas de dar água na boca: laranja com goiabada, banana com granola, chocolate com nozes. Outra novidade é o bolo de mousse de limão e de maracujá. Para os adeptos da linha fitness, podem optar entre bolo diet de chocolate, coco e nozes.

BOLO (1)

Patrícia e Rafael, sócios proprietários.

“Guarapari tem um público idoso muito grande que adora um bolinho para tomar café. E aqui temos o melhor bolo caseiro do Brasil. O legal é que as pessoas podem experimentar antes de escolher o sabor, porque vendemos fatias no balcão por R$ 3,00 e R$ 3,50. E o melhor, é um produto acessível a todos com qualidade e bom preço. Temos bolos a partir de R$ 15,00”, conta Rafael.

E a meta é atingir os números das lojas pioneiras que são do Rio de Janeiro: 400 bolos por dia. “Acredito que estamos no caminho certo, quem experimenta acaba voltando e indicando para familiares e amigos. E a história da Vó Alzira é uma inspiração. Ela começou vendendo bolos na loja de um amigo no Rio. Deu tão certo, que hoje virou uma franquia que ela comanda ao lado do marido Cláudio”, destaca Patrícia.

Vó Alzira apostou na simplicidade da receita que cai bem em todas as mesas, o bolo da vovó. E nessa correria do dia a dia, as pessoas têm cada vez menos tempo para aprender e preparar aquele famoso bolo tradicional caseiro. Agora você conta com o sabor de uma receita literalmente da vovó sem ter nenhum trabalho, apenas o de escolher o recheio e a cobertura que inclusive é feita na hora. Não tem como resistir!

SERVIÇO:

27 3361-2108 (Disk Entrega)

Rua Simplício de Almeida Rodrigues, 115, Ed. Veleiros, Centro – (Próximo ao Radium Hotel).

Entre na onda fitness você também!

onda verde (6)Que tal saborear um pão de queijo, um hambúrguer e até açaí sem peso na consciência? Lendo assim, você pensa que é mentira não é mesmo? Mas agora é possível fazer um lanche mais saudável em Guarapari. Isso porque mãe e filha resolveram não só apostar como também investir no dom de família: a paixão pela cozinha.

E foi assim que Idelma e Letícia de Barros deixaram de ser turistas para serem as mais novas empreendedoras da Cidade Saúde. Um nome que combina perfeitamente com a proposta de trabalho dessa dupla do bem: a linha fitness. Elas inauguraram no dia 12 de dezembro, a Onda Verde Lanche Fitness na Praia do Morro.

“A gente queria o ramo alimentício, mas queria algo diferente. Então eu lembrei que quando passava as férias aqui, sempre em dieta, era difícil achar opções de lanches mais leves ou fitness. E foi quando pensamos em apostar nessa fatia do mercado. Pode ser um público menor, mas é um tipo de clientela muito fiel”, conta Letícia.

Tapiocas, hambúrguer integral, wraps, empada, pastel… tudo com zero fritura. Mas para quem prefere jantar, pode optar entre o prato de salada com proteína ou a macarronada integral. Para acompanhar, uma boa variedade em sucos naturais, verde e Detox. E de sobremesa, que tal uma salada de frutas ou um açaí zero açúcar?!

onda verde (5)

Idelma e Letícia, mãe e filha juntas nos negócios.

E as novidades não param por aí. Elas prometem inovar o mercado guarapariense. “Nossa pretensão é atender também o público vegano e os diabéticos. Por exemplo, nossa linha de doces hoje é light, mas já estamos estudando a possibilidade de incluir os doces diet também. A demanda é grande na cidade”, afirma Idelma.

Passado o verão, agora elas pretendem sentir o mercado local para depois ampliar os produtos e os serviços da casa. “No verão, a gente abria às 9h e ia até o último cliente. Mas agora, estamos trabalhando em um horário especial das 16h às 22h. Também já estamos estudando a possibilidade de abrir no horário do almoço e investir no delivery”, disse Letícia.

Coragem, determinação e alegria são os ingredientes secretos dessa receita de sucesso. Além da qualidade do produto com alimentos sempre frescos, o cliente ainda conta com um atendimento diferenciado: um carisma de sotaque mineiro. “Somos de Governador Valadares. Mineiro gosta de conversar, a gente trabalha feliz, ainda mais com esse mar aqui na frente”, brinca Idelma.

SERVIÇO

27 98116-4179

Av. Beira Mar, 1360, loja 03 – Praia do Morro (Ed. Sea Tower – em frente ao Ciac)

Por Lívia Rangel 

Deixe um Comentário