27 3361-4163 — contato@revistasou.com.br

Leitura: Impresso ou Digital?

impresso x digitalImpresso ou digital? Se por um lado, os amantes da leitura não abrem mão de folhear um bom livro. Por outro, o mercado digital tem atraído bastante os consumidores, principalmente os da nova geração. A tendência dos e-readers é maior entre os norte-americanos. Mas já tem crescido, mesmo que de forma tímida, entre os brasileiros.

No Brasil, hoje, 5% dos livros vendidos são e-books. Esse número chega a 30% nos Estados Unidos. A Pew Research, um instituto americano que fornece pesquisas sobre comportamento, aponta que o número de pessoas acima de 16 anos que compraram e-books saltou de 16% para 23% no ano passado. Enquanto que os leitores de livros impressos caíram de 72% para 67%.

A Revista Sou então decidiu levantar os prós e contras de cada um para que ao final desta leitura você escolha qual tipo de livro prefere. Mas já há uma vertente que defende ao invés de impresso x digital, colocar um + no lugar do x, impresso + digital. E você, o que acha?

Por que aderir a leitura digital?

digital

– As versões digitais são mais práticas e fáceis de carregar além de pesar menos. Enquanto o e-reader pesa de 130 a 300 g, um livro passa facilmente de 1 kg.

– A possibilidade de ajustar o tamanho da fonte conforme gosto ou necessidade é vantagem segundo os adeptos da leitura digital.

– Alguns exemplares podem ser baixados gratuitamente e mesmo que seja necessário comprar, as versões digitais costumam ser mais baratas.

– Outra facilidade na hora da compra é que não precisa nem sair de casa, basta acessar a internet. Economiza tempo, fator primordial na era da correria.

– Pesquisas de Harvard comprovam que pessoas com dislexia podem ser beneficiadas com a flexibilidade dos e-readers.

– É possível ter vários exemplares no mesmo dispositivo. Já os livros físicos ocupam espaço e são mais difíceis de guardá-los.

Por que optar pela leitura impressa?

impressa

– Para os defensores do livro físico, nada supera a sensação de folhear as páginas, o cheiro de livro novo e a interação com a história daquela obra.

– Outro argumento é que o brilho da tela dos tablets, celulares e notebooks causa desconforto, o que pode tornar a leitura mais cansativa.

– Os livros impressos são unânimes quando se fala de imagens. Isso porque as versões digitais costumam não ter ilustrações. Já os que mantêm são em preto e branco.

– A ida à biblioteca ou livraria ou sebo é uma oportunidade de interagir com outros leitores, dividir opiniões e até indicar títulos que tenha gostado.

– Os demais aplicativos podem ser fatores de dispersão, dificultando a concentração e o foco na leitura. No livro físico é mais fácil fazer parte da história.

– Embora a bateria do e-reader possa durar várias semanas sem recarregar, isso não se repete com o tablet ou celular. Já com o impresso, isso não é problema.

Por que ler?

Children Is Reading Book

As tecnologias do mundo moderno distanciaram as pessoas dos livros. Para muitos professores, pedagogos e especialistas em educação, o resultado não tem sido muito bom do ponto de vista da alfabetização. E garantem que os jovens estão cada vez mais com vocabulários pobres. E batem na tecla: a leitura faz parte do aprendizado.

Além de enriquecer o vocabulário, também amplia conhecimentos, dinamiza o raciocínio, estimula a criatividade, desenvolve o repertório, instiga o senso crítico, facilita a interpretação e a escrita. A lógica é clara: esquecemos muitas coisas que aprendemos na escola ao longo do tempo. Isso porque não praticamos. Mas através da leitura rotineira, esses conhecimentos se fixariam de forma que jamais seriam esquecidas.

Um exemplo simples. Dúvidas que temos ao escrever poderiam ser sanadas pelo hábito de ler. Quem lê desde criança, se torna um adulto mais culto, dinâmico e perspicaz. Também aprende melhor, pronuncia as palavras de forma correta e se comunica com mais facilidade. Quem é acostumado à leitura desde bebezinho se torna mais preparado para os estudos, para o trabalho e para a vida.

E aí: já começou a ler seu livro neste ano? Segundo a Câmara Brasileira do Livro (CBL), cada brasileiro lê pouco mais de dois livros por ano. Na Inglaterra, que tem um dos melhores sistemas de ensino do mundo, a média chega a cinco livros anuais. Que tal acompanhar o ritmo dos ingleses ou até mesmo superá-lo??? Fica a dica.


Deixe um Comentário